Pokémon Classic World

Pokémon Classic World é um espaço para o fã de Pokémon ficar por dentro de todas as novidades sobre o mundo Pokémon, aqui você se tornará um Mestre Pokémon!

Você encontrará tudo sobre Pokémon, debates sobre todas as temporadas, filmes, debates e detonados sobre os jogos, download de episódios, vendas, compras e trocas de objetos Pokémon!

E, mais, uma galera que ama Pokémon!

Confira algumas seções do nosso site:

* Apresente-se
* Vou ser um Mestre Pokémon
* Pokémon Jogos - Detonados
* Jornada Pokémon - Diário do Treinador
* Pokémon News
* Pokémon Filmes
* Pokémon - Anime - Todas as Temporadas
* Coleção Pokémon
* Poke Market
* FanFiction Pokémon

Aqui a "febre" Pokémon sempre está em alta!

Venha fazer parte desse mundo!

Esperamos por você!

Onde tudo começou: Pokémon Red e Pokémon Blue

Compartilhe
avatar
DragonMaster
Mestre Administrador
Mestre Administrador

Masculino Mensagens : 365
Pontos : 1347
Data de inscrição : 21/11/2010
Idade : 29
Localização : Nova Friburgo-RJ

Onde tudo começou: Pokémon Red e Pokémon Blue

Mensagem por DragonMaster em Dom Abr 01, 2012 2:40 pm

Olá, Pokémaníacos!


Considerada uma das franquias mais lucrativas do mundo dos games, vamos voltar anos atrás onde tudo começou, rumo os primeiros passos de uma criação extraordinária que viria a conquistar milhões de fãs pelo mundo todo.

O Começo



Antes de falar de Pokémon, não podemos deixar de contextualizar suas origens, especialmente a casa onde habitaria pelos próximos e prósperos anos que a franquia tinha pela frente, porém, antes das versões Red e Blue serem lançadas, o GameBoy não estava em uma fase muito boa em sua popularidade, e o número de vendas de cartuchos começava a preocupar os planos da Big N para o portátil.

Mas quando tudo parecia perdido, eis que surge o criador - e verdadeiro Mestre PokémonSatoshi Tajiri, que junto com o ilustrator e amigo de infância Ken Sugimori apareceucom uma ideia que viria a revolucionar o mundo e o mercado de games como o conhecemos. O conceito era simples, desenvolver um jogo baseado em um menino de dez anos que saia de casa em busca de novas aventuras e com a missão de capturar todos os monstrinhos que aparecessem pelo caminho, e derrotar todos o seus inimigos até se tornar um verdadeiro campeão, isso sem falar das batalhas, dos mapas a serem explorados, e de todo o processo de evolução do game, que discutiremos logo mais.

Na verdade, para criar o universo de Pokémon, Satoshi Tajiri se inspirou em suas brincadeiras de criança, onde caçava insetos para depois guardá-los em pequenos jarros que ficavam no seu quarto. Com o passar dos anos, a urbanização foi tomando conta dos espaços abertos e Satoshi começou a reparar que cada vez mais as crianças começavam a brincar dentro de casa, ao invés de ir para fora, como ele fazia. Foi aí que lhe veio a ideia de criar um vídeo game onde criaturas parecidas com os insetos que ele colecionava pudessem ser capturadas e treinadas. Ele pensava que as crianças se apegariam fácil a possibilidade de ter um bichinho próprio, o qual pudessem renomear livremente, isso sem falar da capacidade de controle que elas teriam sobre esses “monstrinhos” para fazê-los batalhar entre si, por exemplo, sendo que um dos conceitos mais importantes para Tajiri é o de que um Pokémon nunca sangraria ou mesmo morreria em batalha, já que um dos objetivos desse game era exatamente evitar o uso de violência desnecessária.


Quando o GameBoy foi lançado, Satoshi viu aí a oportunidade perfeita para desenvolver sua ideia, até porque o sistema de trocas via Cabo Link cairia como uma luva na sua proposta de interação e troca de pokémons entre vários jogadores, sendo que esse era um conceito ainda inédito para a indústria de vídeo games, que antes só usava o sistema de transferência por cabos para competições e outros eventos maiores. Um fato curioso é que assim que ouviu sobre Pokémon pela primeira vez, Shigeru Miyamoto, o criador de Mario e cia, que era considerado por Tajiri não só como um de seus amigos próximos, mas também como um grande mestre e tutor, sugeriu que em cada versão do jogo fossem colocados pokémons diferentes e únicos, dessa forma, ao invés de ter apenas um título exclusivo com todos os monstrinhos, os jogadores precisariam comprar as duas versões para completar o jogo, além de impulsionar ainda mais o sistema de troca que era tão valorizado por Satoshi na época.

Só que nem tudo parecia tão fácil. A príncipio, Tajiri pensou que a Nintendo nunca investiria na ideia, sendo que no começo a empresa não havia entendido realmente a proposta do jogo, mas para espanto de ambos, Pokémon alcançaria um sucesso fantástico, superando até mesmo as expectativas de seu criador.

Do Japão para o mundo


Todas as versões de Pokémon para os portáteis GameBoy até agora foram desenvolvidas pela GameFreak (empresa subsidiária da Nintendo e criada por Satoshi Tajiri) e publicadas oficialmente pela Nintendo. Voltando um pouco no tempo, temos a data de 27 de fevereiro de 1996, onde as versões Red e Green ganham vida no Japão, e aproximadamente oito meses depois, mais precisamente em 15 de outubro do mesmo ano, a versão Blue seria lançada, trazendo algumas melhorias nos aspectos técnicos e gráficos.

Mas ganhar o ocidente era outra história, para a diretoria da Nintendo japonesa, distribuir os jogos no continente americano se revelaria mais um desafio a ser superado, isso porque a Nintedo já havia registrado os nomes dos primeiros 150 pokémons que estavam presentes nessas versões, para que os mesmos fossem itens exclusivos pertencentes à franquia e durante o processo de tradução, ficou evidente que não bastaria apenas traduzir o texto e nomes originais do japonês para o idioma inglês, mas que os jogos teriam que ser reprogramados seguindo as modificações que haviam sido feitas quando a versão Blue foi lançada. Além disso, havia o perigo das criaturas japonesas não serem aceitas pelo público ocidental, tanto que alguns especialistas chegaram até a sugerir que algumas mudanças fossem feitas para adaptar o design dos monstrinhos para o padrão americano, mas ao saber disso, Hiroshi Yamauchi, então presidente da Nintendo na época, disse não a essas especulações e as versões Red e Blue chegaram ao mercado americano dois anos e meio depois do lançamento das versões Red e Green no Japão. Os jogos foram muito bem aceitos pelo público ocidental e assim Pokémon também se tornava uma franquia lucrativa na América.


E a aventura começa…



Agora que já falamos da época e de como surgiram as primeiras versões de Pokémon para GameBoy, podemos partir para a história do game, preparados? Então vamos lá!

Bom, como toda aventura de Pokémon que se preze, você começa no seu quarto jogando seu bom e velho Snes quando sua mãe chega e lhe avisa que o Prof. Oak (o famoso professor Carvalho, em português) está querendo falar com você e que deve ser um assunto muito importante. Com a disposição de quem quer conquistar o mundo, você parte para o laboratório que convenientemente fica situado a poucos passos da sua casa e depois de alguns eventos finalmente encontra com o renomado professor que lhe confia uma importante missão: completar a Pokédex, um sistema de identificação de Pokémons que está sendo desenvolvido por ele, e para ajudá-lo nessa jornada, você poderá escolher um entre três pokémons iniciais que será seu fiel companheiro até o final da aventura – isso se você não decidir trocá-lo no meio do caminho, é claro.

Com seu primeiro pokémon em mãos você está pronto para explorar os mais diversos tipos de mapas da região de Kanto, desde cavernas, florestas e até mesmo torres mal – assombradas, mas vá com calma, pois antes mesmo de ter tempo de se acostumar com a ideia, o neto do professor Oak, que será seu rival durante o longo do jogo, o desafia para a sua primeira batalha, então esteja preparado porque é hora da ação!


O menu de batalha está dividido em quatro ações distintas: Fight, onde seu pokémon utiliza diversos golpes para reduzir o HP do adversário; Item, onde o treinador escolhe que tipo de item utilizar durante a batalha, desde poções até mesmo pokébolas feitas para capturar pokémons selvagens, PKMN, que serve para checar o status de seus outros monstrinhos, assim como realizar possíveis substituições, e por último a opção Run para fugir de batalhas indesejáveis, mas funciona apenas para combates aleatórios, sendo que para evitar um duelo com outro treinador basta ficar fora do campo de visão do mesmo.

Finalizada a disputa, eis que começa de fato sua verdadeira jornada, então se despeça de sua mãe e se prepare para os desafios que o mundo Pokémon reserva para você. A partir de agora seus objetivos são claros, viajar pelas cidades da região de Kanto derrotando os líderes de ginásio e colecionando insígnias que mais tarde lhe garantirão o direito de participar da LIga Pokémon e se tornar o maior campeão de todos os tempos, isso é claro, sem esquecer de capturar todos os pokémons que aparecerem pelo caminho!

Você está pronto para se tornar um Mestre?


Para construir uma reputação de treinador respeitável, você deverá enfrentar os oito líderes que guardam os gínasios e estão distribuídos pelas principais cidades do continente de Kanto sendo que cada um possui habilidades únicas assim como diferentes tipos de pokémon, então a proposta de treinar um time balanceado com diversos tipos de monstrinhos é mais uma das características que fazem da franquia Pokémon uma das mais bem sucedidas entre as gerações de gamers. Isso sem falar dos desafios e outros tipos de obstáculos pelos quais você deverá passar no desenrolar da história, então esteja pronto para explorar cavernas, investigar lugares sombrios e até mesmo enfrentar a organização criminosa mais conhecida do mundo, a famosa Equipe Rocket. Tudo isso para proteger o mundo enquanto treina os seus melhores pokémons para desenvolverem suas capacidades ao máximo e assim ganharem novas e poderosas habilidades.


Nota – Para melhor visualização, utilizarei algumas imagens de melhor resolução que podem ser encontradas nos remakes Pokémon Fire Red e Leaf Green para GameBoy Advance.

O Último Desafio


Depois de salvar o mundo, evoluir seu time e derrotar todos os treinadores e líderes de ginásio pelo caminho, quando você tiver coletado as oito insígnias, não lhe resta nada a fazer a não ser desafiar a famosa elite dos quatro no desafio da Liga Pokémon. Mas tome cuidado, pois afinal eles não são os melhores e mais fortes treinadores à toa, então tenha certeza de estar devidamente preparado quando enfrentá-los, pois assim como os líderes de ginásio, cada um usa uma especialidade de pokémon. E se você acha que acaba por aí, se enganou, lembra do seu rival, aquele mesmo com o qual você travou sua primeira batalha? Pois é, ele está de volta e dessa vez disposto a acertar as contas com você de uma vez por todas, se tornando assim, o último desafio a ser superado antes de entrar para o Hall da fama e consagrar você e seus pokémons como eternos campeões!


Gotta Catch´em All! / Temos que pegar todos!



Que atire a primeira pedra quem nunca ouviu essa que seria uma das frases que virou slogan de todos os games de Pokémon lançados até hoje. O fato é que, assim como já vimos, cada versão trouxe um número determinado de pokémons disponíveis para capturar ao longo da história, e dentre esse número, sempre havia aqueles que eram mais raros, pois apareciam apenas em determinados lugares específicos, ou mesmo verdadeiras lendas como Mewtwo, um dos mais poderosos Pokémons já criados – bom, pelo menos para aquela geração.

Mas não pense que o caminho para se tornar o melhor acabou, não, esse foi só o começo, pois as versões Red e Blue abriram as portas para um novo conceito nos jogos de RPG assim como ajudaram Pokémon a se tornar uma franquia multibilionária, pois foi a partir dos jogos que o anime para tv foi desenvolvido, isso sem falar dos filmes e diversos outros tipos de produtos que até hoje podem ser considerados itens de colecionador para os fãs mais assíduos, mas verdade seja dita, queira ou não queira Pokémon se tornou uma mania mundial, uma verdadeira febre que conquistou milhares de seguidores e que continua crescendo a todo o vapor, assim como novos consoles foram surgindo e com eles novos títulos acompanharam a evolução do mercado de games, e de um jeito ou de outro muitos já passaram pela fase de escolher seu pokémon incial ou até mesmo decidir como capturar todos os monstrinhos disponíveis, mas de qualquer maneira, fomos todos fãs de um game que definitivamente marcou uma era.

Curiosidades


  • Em 2005 a revista IGN elegeu Pokémon Red e Blue na categoria de jogos integrantes da sua lista de TOP 100 Games of All Times

  • Também em 2005 o site GameFaqs o colocou em seu 10 – Year Anniversary Contest

  • Em 2008 o site Game.co.uk o elegeu como um dos Greatest Games of All Time

  • Também em 2008, entra para o TOP 100 Video Games of All Times organizado pelo site Blorge

  • Em 2009 entra para o Livro dos Recordes do Guiness nas categorias "Best selling RPG on the Game Boy" e "Best selling RPG of all time" com mais de 175 milhões de cópias vendidas pelo mundo inteiro


                     
Faça parte das nossas Redes Sociais




- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

    Data/hora atual: Sex Nov 24, 2017 11:21 am